Quando a mente te emagrece

Camilla Mendes
4.7
(12)

VOCÊ NÃO É, VOCÊ ESTÁ!

Diga “ESTOU gorda” ao invés de “SOU gorda”. Enquanto a primeira afirmativa soa como algo momentâneo, a segunda é entendida pelo cérebro como uma característica da sua personalidade, como se você fosse o que está dizendo e não tivesse mais jeito, um caso perdido. Afirmações negativas sobre você e sobre sua força costumam dificultar e muito o emagrecimento.

Se fizer sentido pra você, repita sempre essa frase: “Não posso mudar o que aconteceu, mas posso mudar a forma de enxergar o que aconteceu!” E, se você não mudar o que faz hoje, todos os seus amanhãs serão iguais a ontem. O que você É HOJE, não significa que você vai ser a vida toda, se não está bom, é preciso AGIR!!!

Uma boa dica é lembrar sobre seu ESTADO ATUAL, ser gentil com você mesma, ter paciência com suas falhas. Pois quem tem compulsão alimentar pode chegar a engordar várias vezes na vida, e ok, tudo bem isso, você pode buscar ajuda e fazer diferente. Saber disso diminui muito a culpa e a pressão.

Então, a partir de agora, toda vez que você precisar emagrecer, saiba que viverá um grandioso processo de autoconhecimento, aproveite pra assumir aquilo que você precisa melhorar e faça diferente!!! Reconheça que aquilo que vive há tanto tempo já não serve mais, reconheça que o novo e desconhecido pode até parecer ruim, mas ele também pode (e deve) ser muito melhor. Se permita! Se abra para o novo!

Enquanto você não entender as emoções que te afligem e te fazem comer, você terá problema com a comida e seu corpo.

É preciso identificar a causa para sair desse movimento repetitivo engorda/emagrece.

Quer saber mais? Precisa de ajuda para seu emagrecimento? Entre em contato clicando aqui.

Camilla Mendes, Graduada em Psicologia e Coach de Emagrecimento

Você gostou desse post?

Camilla Mendes
Compartilhe o post:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Deixe uma resposta

Leia também

Qual o impacto da TV no seu cérebro?

0 (0) Todos nós ouvimos o aviso quando crianças: “Essa TV vai prejudicar o seu cérebro! ”, e hoje a preocupação é ainda maior, já

Como lidar com o TOD?

4 (4) Em algum momento você já pensou “o que faço agora?” ou “como posso ajudar meu filho (a)?” O que é? De acordo com

Rua Abílio Moreira de Miranda, 45
Alto Cajueiros, Macaé – RJ | 27915-250
Macaé Trade Center | MTC

Agende uma consulta no Plenamente